20 agosto 2007

O teu cantar em mim - Eliane Malpighi





Aguardava que chegasses
e por isso apaguei as luzes
Quero apenas o brilho
quase selvagem
dos teus olhos nos meus
acendendo muito mais que minha espera
Teu facho vem, me esbraseia e isso só já não me basta
E porque preciso e quero mais
banhei-me com desejo e desfiz a cama
Displicentemente enfeitei o quarto:
espalhei os teus retratos
no vaso azul tuas flores prediletas
escrevi nas paredes convites delirantes
e no teto desenhei a lua nua
inventando-me como universo novo
convidando teu prazer
No quarto
o som do teu corpo respondendo sim
Como travesseiro meus seios
e todo teu corpo entre meus dedos
De flanco vigio teus passos que deslizam como dança
e ofereço então minha boca pra despertar a tua noite
No chão o vinho e apenas um copo
beberei nele
porque eu serei teu corpo de beber

O teu cantar em mim
Eliane Malpighi
Amadíssimo Senhor

Muito feliz com as lembranças de momentos que são só Nossos
e que ninguém pode apagar...
o SEU cantar está aqui dentro de mim

beijos submissos e muito doces

SUA maria da luz

4 comentários:

BRUXXOrj disse...

Ravie
Lendo sua poesia me resta um refrigério

Quem espera sempre alcança....
Ou é alcançado

Beijos do Bru

aqui... disse...

Querido Bru

Vc é um amor...

Espero que tenha uma submissa à altura de todas as suas qualidades

Sou do Sir Stephen absoluta e inexoravelmente!

Nunca vou tirar a coleira Dele e mesmo que Ele ma tire, ela vai estar gravada em mim... para sempre!

beijinhos

maria{SS}

Anónimo disse...

Menina, vc é a coisa mais doce que eu já vi e esse sorriso...
Anuncie no blog quando quiser trocar de Dono.
Vão chover candidatos e eu vou ser o primeiro e vou te conquistar.

Lord Kames

aqui... disse...

Lord Krames

Vai ser impossível mudar de Dono!
mas agradeço as palavras gentis.

maria{SS}