23 outubro 2007

sincronia - Elisabeth


Quem somos nós
Que viajamos um dentro do outro
Em busca de si mesmo?
Tu passas sobre pontes reais
Alucinado com visões de cisnes, pássaros
E leões surreais
Extasiado com olhares felinos
Estendidos entre o negro e o amarelo.
E eu, vagando bem devagar
Sobre teus sentidos
Disperso minhas células ao vento
Cristalizando-as ao teu mundo molecular
Numa curva da paisagem
Eu ins-piro
Tu ins-piras
Inspirações viram melodia
Alimentando nossa fome
Inspirações em sintonia
Espalhando-se em sinfonias aleatórias
Respiramos o mesmo ar com cheiro de alecrim
Na mesma intensidade
Na mesma quantidade
E na mesma velocidade da luz
Enxergamos a mesma distância milenar
Deslizando no espaço e no tempo...
Que horizonte tão belo é esse?

Elizabeth

Amadíssimo Senhor

Os nossos horizontes são sempre lindos
porque são cheios de luz e eternos...
e verdadeiros...
e plenos de uma poesia concreta feita de toques, abraços e beijos
beijos doces de mel, do cotidiano torrão de açúcar...
de cerejas degustadas sob o sol olhando a vida da aldeiazinha...
de travesseiros mornos em tardes preguiçosas...

beijos felizes

eternamente SUA maria da luz

4 comentários:

U Ó Mãe Que Dava Pulos disse...

"Quem somos nós
Que viajamos um dentro do outro
Em busca de si mesmo?"

Bonito,e verdadeiro sem dúvida.

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

é sim... a gente se redescobre no outro e quando o outro é um Senhor como o Sir Stephen a gente descobre o que tem de melhor e brilha de felicidade...

maria{SS}

Navegador disse...

Menina maria!
Já deixei muitos comentários, meu mail, meu telefone.
Tenho certeza que vc adoraria ser MINHA escrava!
Venha para o melhor!

DOM Navega-dor

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

DOM Navega_dor

agradeço a insistência e os elogios.
Hoje estou completando 30 meses de coleira e estou ABSOLUTAMENTE feliz!
Espero que encontre uma submissa bem do jeitinho que sempre quis!
beijos

maria{SS}