28 outubro 2007

devoção - Patrícia Clemente


Molhados um do outro nossos corpos são,
Cansada, nos teus braços, queres me fazer dormir.
Não quero.
Não quero que se esfrie o meu suor no teu.
Não quero que se perca o teu cheiro em mim.
Entende, meu Senhor, eu não sou nada.
Mesmo que o queiras, nunca igual a ti.

Eu limpo em minhas roupas o suor do teu corpo,
Cuidadosa, seco o que deixei em ti,
Parte a parte tiro-te o suor do corpo,
Meu vestido enxuga o dorso, teus cabelos,
Tuas coxas, tuas pernas, teus quadris.
A calcinha limpa o teu sexo.

Depois me visto.
Com tua permissão me retiro
Levando teu cheiro em mim.

devoção - Patrícia Clemente

Amadíssimo Senhor


depois de tantos dias e noites
guardo SEU cheiro em mim...
e quando o domingo começa,
tenho vontade de ajoelhar e rezar...
e LHE provar a minha adoração sem palavras...

as palavras não têm o brilho dos olhos,
o sorriso emocionado,
as lágrimas de alegria,
os uivos de prazer...

as palavras são tênues lembranças
do que vivemos
do que sentimos
do que temos saudades
do que planejamos para o futuro...

suspiros, abraços apertados e beijos doces

da SUA escrava maria da luz

2 comentários:

SirStephen disse...

E gosto de ME saber reflectido no lago tranquilo dos teus olhos negros, tal como uma estrela na noite.

Beijo-te, orgulhoso por ser o teu Dono.

Sir Stephen

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

Amadíssimo Senhor

Que surpresa boa a essa hora receber um afago tão gostoso!
Meus olhos são SEUS e sempre vão brilhar e sorrir ao LHE ver...
beijos felizes por ser SUA

SUA maria da luz