12 julho 2009

aniversário - Vinicius de Moraes



Passem-se dias, horas, meses, anos

Amadureçam as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
Entre compensações e desenganos.

Faça-se a carne mais envilecida
Diminuam os bens, cresçam os danos
Vença o ideal de andar caminhos planos
Melhor que levar tudo de vencida.

Queira-se antes ventura que aventura
À medida que a têmpora embranquece
E fica tenra a fibra que era dura.

E eu te direi: amiga minha, esquece...
Que grande é este amor meu de criatura
Que vê envelhecer e não envelhece.

aniversário - Vinicius de Moraes

Amadíssimo Senhor

passam-se as horas, os dias, os meses e os anos
mais um aniversário meu que comemoraremos juntinhos !
minha paixão pelo Senhor só cresce
e a submissão amadurece sem envelhecer...
Nessa época a gente sempre faz pedidos do que quer no próximo ano...
eu quero continuar sendo SUA
exibir essa coleira linda que me deu com orgulho e alegria
viajar muitas vezes para ficar ao SEU ladinho
ouvir e ver o SEU sorriso todos os dias
e fazê-lo sempre MUITO feliz para escutar
que sou a SUA maria da luz
que ilumina os SEUS dias!
e LHE servir feliz,
de rabinho abanando,
olhos em festa e sorriso aberto...

beijos festivos, felizes e... mais maduros

SUA maria da luz

6 comentários:

puta SM disse...

Poxa lindinha, parabéns!!! Para vc um beijo especial e um poema que adoro de Lilian Maial

Fazer Anos

Pimenta acre-doce,
uma ardência, uma alegria,
dor de engolir, que passa depois,
ou nunca mais.
Completar primaveras
tem cheiro de inverno,
sabor de outono,
ventos de mais,
folhas de mais.
Aniversário é coisa de anjos
apertados em brasas,
asas flamejantes
e queda livre.
O solo se aproxima,
mas a graça
é não se cansar de voar.


alana

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

alana queridíssima

Muito obrigada!
que poema lindo!
beijos e uma ótima semana para vc

maria{SS}

O Profeta disse...

Ao meu querer!
Dias noites, estações esquecidas
Inventei sonhos para sonhar
Lavei mágoas, dores perdidas

Uma árvore toca as águas da lagoa
O nevoeiro faz desenhos nas cumeeiras
Um Melro negro solta um pio ao acaso
A palavra quero-te diz-se de mil maneiras


Convido-te a ver a Cor da Claridade


Doce beijo

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...
Este comentário foi removido pelo autor.