21 fevereiro 2009

guardei-me para ti - Lia Luft


Guardei-me para ti como um segredo
Que eu mesma não desvendei:
Há notas nesta guitarra que não toquei,
Há praias na minha ilha que nem andei.

É preciso que me tomes, além do riso e do olhar,
Naquilo que não conheço e adivinhei;
É preciso que me ensines a canção do que serei
E me cries com teu gesto
Que nem sonhei

guardei-me para ti - Lia Luft

Amadíssimo Senhor

como sempre fui SUA guardei-me para o Senhor
como sempre serei SUA, estou aqui, sorrindo,
feliz à SUA espera
para LHE servir com toda a minha submissão e doçura

SUA maria da luz

4 comentários:

Casal do Arrocha disse...

Amo essa foto.
Linda!
Bjs.

{alana}_LK disse...

Visitar vc é sempre uma alegria. Além das deliciosas confissões deste amor intenso, há ainda os textos sabiamente escolhidos, como este de Lya Luft sempre tão querida na união de palavras e sentimentos. Mas, devo confessar: melhor do que tudo isto são as imagens que traduzem com exatidão o teu prazer em sentir e servir. Teu corpo diz tudo. Este "sorriso menina" grita o orgulho que vc sente em portar tua coleira. Obrigada, Maria. Obrigada por ser a mais incontestável prova de que SM é sinônimo de amor absoluto.
Beijossssssssssssssssss

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

querida {alana}_LK

fiquei emocionada com as suas palavras!
sei que quem vive um amor intenso entende o dos outros :)
eu que agradeço vc vir aqui Nos visitar e deixar uma mensagem tão linda.
beijos doces e felizes

maria{SS}

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

casal do arrocha querido

muito obrigada pelo comentário.
eu amo essa foto tb!
andei meio sumidinha porque fui passar o carnaval no Rio... delícia!
muitos beijos arrochadinhos

maria{SS}