17 outubro 2008

o ato - Asta Vonzodas


Nossos corpos se abraçam,
as mãos se entrelaçam.
Nos olhos o desejo,
nas bocas que se unem
a ânsia dos beijos.
A respiração se entrecorta.
Minhas mãos acariciam seu corpo,
que responde ao meu
em busca da posse.

Meus seios, nas suas mãos,
duas taças que transbordam
o vinho do prazer.
Suas mãos, as minhas..
caminham entre nossas pernas,
buscando passagens secretas.

A fenda que umedece, se abre,
recebe o falo ereto
que penetra, mete, arremete,
se inunda de louco prazer...

Minha voz num sussurro,
tenta eliminar seu cansaço...
Sua fronte no meu colo pousa,
serena, em descaso...
Minhas mãos,
Qual plumas,
passeiam ávidas pelo teu corpo...

Minha boca te acaricia
e no mais profundo
do teu ser... Vem amparar teu gozo.

Sempre e mais, nos debatemos
nesse desejo louco,
que cresce, entumece, alaga e
despe nossas almas
e nos faz feliz, por ora...
Com tão pouco!

o ato - Asta Vonzodas


Amadíssimo Senhor

somos felizes quando um sorriso desagua num outro
quando uma noite escura brilha nos meus olhos e o luar invade os SEUS olhos
quando os murmúrios se repetem em humhummmms sem fim
quando o corpo descola da pele do outro e arrepia como tocado por uma brisa leve
somos felizes por tudo e por nada...
porque as Nossas almas gostam de dançar juntas o ritmo do sexo
porque meu corpo SE ajoelha frente ao SEU
e meu coração bate mais forte quando LHE sente por perto...
sou SUA e sou feliz por qualquer coisa
que pode parecer tola aos outros, como eu mesma pareço tola
mas a felicidade não é assim mesmo?

beijos doces, demorados e apaixonados

SUA maria da luz

2 comentários:

intimidades disse...

intenso amor

Jokas

Paula

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

Jokas e Paula

muitíssimo obrigada pelo comentário!
beijos

maria{SS}