15 fevereiro 2008

o amor dos outros - Betty Vidigal


O amor dos outros
é indiferente.
Só o da gente
é especial,
fosforescente,
brilha no escuro.

O amor dos outros
é tão pequeno,
nem vale a pena
pichar o muro.

Ninguém entende
o amor alheio;
não é bonito
e não é feio.
O amor dos outros
é tão efêmero!
Estão amando?
Fazendo gênero?

O amor dos outros
é muito pouco:
só o da gente,
direito ou torto,
alegre ou triste,
sereno ou louco,
lascivo ou puro,
céu ou inferno
— só o da gente
será eterno.

Olha pro rosto
do amor alheio:
são só dois olhos,
nariz no meio,
cadê a boca?
Olha pra cara
do amor da gente:
que coisa louca!

Betty Vidigal
Amadíssimo Senhor

sinto um amor louco e feliz !
e cada dia mais feliz...
pela certeza de ser SUA para sempre!

beijos doces e cheios de alegria por LHE pertencer

SUA maria da luz

2 comentários:

Mestre disse...

tu é uma estrela solar
e os navegadores se guiam pelas estrelas
muita luz nessa tua foto
beijussss

Mestre NavegaDor

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

Mestre Navegador

Já estava com saudades das suas palavras de incentivo!

Tirei umas férias curtas por isso a demora em aprovar SEU comentário

beijussss para vc tb!

maria{SS}