26 junho 2010

é disso feita - Boneca de Trapos

"Quando iniciares a tua viagem para Ítaca, 
deseja que o teu caminho seja longo,
pleno de aventuras, 
pleno de ensinamentos."
Constantino Kavafis (1911)



É disso feita a alma: massa informe
Amalgama ocre e branca
De ideias & ideais.
Misto de abstractos e concretos.

É disso feita
A voz que, em silêncio,
Escreve poemas com pós de estrelas
Ou com areias do deserto chegadas à praia.

Sonhos plantados no sal dos olhos

Solto uma a uma todas as amarras
Solto-me da linha de cabotagem, vela
Livre
Fragata, míriade ou muito mais,
Solitária, em longínqua viagem.

E abraço.te. E clamo o teu nome, Infinito.

E tu chegas. E ofereço-te o pleno do meu corpo.

Sobram nas dunas as letras - todas as letras - como prantos,
E não há vento ou maré vazante capaz de os apagar.

é disso feita - Boneca de Trapos

Amadíssimo Senhor

sou livre quando olho nos astros dos SEUS olhos
e as amarras me prendem os braços e me enfeitiçam a alma...
que vôa para países cheios da SUA música
de alegrias de corpos suados
de palavras de ternura sussuradas
que a outros ouvidos talvez não sejam tão doces quanto para os meus...
sou SUA e sou feliz!

beijos iluminados
carentes de luas crescentes
e de travesseiros mornos...

SUA maria da luz

1 comentário:

"YLLE" disse...

ai que coisa linda!!!!

esse canto cada vez mais encantado...

é tão deliciosamente gostoso passar por aqui, que quase não dá vontade de sair.

bjos, querida!